Usuários Conectados :

Total de Visitas: 11945121

Palestra “Quem Cuida da Mente, Cuida da Vida” alerta servidores para sintomas e cuidados com a depressão

31 de Janeiro de 2018 - 15:01     Mireli Obando

Campo Grande (MS) – Inimiga silenciosa, a depressão afeta 5,8% da população brasileira, o equivalente a 11,5 milhões de casos registrados, conforme dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Com objetivo de prevenir e orientar os servidores, a Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD) promoveu nesta quarta-feira (31) uma palestra com a temática “Quem Cuida da Mente, Cuida da Vida”.

A ação em alusão a campanha Janeiro Branco trouxe a psicóloga especialista em terapia cognitiva, Ineide de Almeida Arruda, para falar sobre a importância dos cuidados com emoções, sentimentos e pensamentos. “Muitos acreditam que depressivo é aquele que fica trancado no quarto, sem comer, sem tomar banho. Mas a depressão pode se manifestar com outros sintomas, como esgotamento, crise de ansiedade, cansaço. Pode ser que do seu lado tenha um colega com sintomas de depressão. Mas é preciso a gente esteja bem equilibrado mentalmente para que a gente possa compreender quem esta do nosso lado. Pedir ajuda e ajudar também sem criticar” orientou a especialista.

“Uma mente doente, projeta doenças para nosso corpo”

Titular da pasta, o secretário Carlos Alberto de Assis enfatizou a importância de promover ações preventivas. “Com saúde você enfrenta qualquer desafio, mas a principal saúde é a mental. Porque ela rege todo nosso corpo. Uma mente doente projeta doenças para nosso corpo. A SAD e o Governo do Estado tem essa preocupação com os servidores, de trazer profissionais que possam orientar e mostrar caminhos. Uma pessoa que a gente consiga ajudar, já é uma grande vitória” pontuou Assis.

“Essa meia hora de conversa com a profissional, pode fazer a diferença na vida de alguém”

Servidora da Fundação Escola de Governo, Antonieta Colman dos Santos destacou o incentivo do Governo do Estado com as ações preventivas. “São etapas importantes da vida, cuidar da saúde física e mental. Os servidores precisam muito disso, de participar, de buscar informação, buscar a saúde. E assim, quando o Governo coloca essas oportunidades, que a gente não tinha antes, de palestras e momentos com todas as cores do ano. O janeiro branco pode ajudar muitos servidores que ainda não buscaram uma ajuda. Talvez essa meia hora de conversa com a profissional, pode fazer a diferença na vida de alguém” ressaltou.

Iniciativa da Coordenadoria Especial de Políticas de Gestão de Pessoas (Cegesp), a palestra integra o cronograma de ações de promoção a saúde preventiva do servidor.

A Campanha

Existente desde 2014, o Janeiro Branco é uma campanha nacional, que tem o objetivo de mobilizar a sociedade em favor da saúde mental, alertando para questões de cuidados com as emoções, sentimentos, comportamentos e relacionamentos humanos.

Assim como o setembro amarelo, outubro rosa e novembro azul são datas reconhecidas na luta contra problemas e doenças, o janeiro branco, promove palestras, bate-papos, caminhadas, rodas de conversa e diversas atividades para mostrar a importância de cuidar da mente assim como se cuida da saúde física.

De acordo com especialistas da área de psicologia, o mês escolhido associa o período em que as pessoas estão dispostas a cumprir as metas de ano novo, e o branco por ser uma cor que é possível colorir com todas as outras.

 

Mireli Obando, Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD) 

Fotos: David Majella